sábado, 20 de fevereiro de 2010

Parado no Tempo

'
 
TENHO tanta coisa
Pra falar neste momento.
Dizer que te amo,
Utilizar mil palavras doces
Que invadem meu pensamento.

Mas prefiro ficar calado,
Assim em silêncio,
Em você abraçado
Fazendo carinhos lentos
Despreocupado com o mundo 
E com o tempo.

Sentir teus arrepios, 
Tua respiração
E ouvir as batidas 
Do teu coração

Como se fosse pra sempre.

4 comentários:

Elina disse...

Amei! Toca no íntimo do nosso sentimento. Parabéns!

Madá disse...

Ai que lindo... nessa hora, palavras pra quê? ta tudo certo assim...

Bissigo Ricco disse...

hehehe
Fiz pra um concurso literário, o tema, não lembro direito, era qualquer coisa do tipo " o amor e o tempo" Mas nem chegou a editora. Deu muita comfusão. Nesta época os caras trocaram de endereço e muita correspondência se perdeu.

Bissigo Ricco disse...

Lembrei
Os selecionados fariam parte de uma coletânia de poesias chamada "Amores Para Sempre"