sexta-feira, 24 de maio de 2013

O cão e a máscara

Fábula de Esopo e La Fontaine
Procurando um osso que roer, encontrou um cão uma máscara: era formosíssima, e de cores tão belas quão animadas; o cão farejou-a, e reconhecendo o que era, desviou-se com desdém.

A cabeça é de certo bonita, disse; mas não tem miolos.

MORALIDADE: Sobram neste mundo cabeças bonitas, porém desmioladas que só merecem desprezo.

Fábula anterior                                         Próxima fábula

3 comentários:

Jorge Ramiro disse...

Eu gosto de contos sobre animais. Eu tenho um pet shop e vendo livros infantis com fábulas de Esopo.

aldeia nago disse...

Tu ta vivo cara????????

Bissigo Ricco disse...

Sim. Estou vivo, mas na internet sou uma alma penada com inacreditavéis 600b/s (meio Kb!!!) se velocidade (lentidão) A torre de telefonia móvel mais próxima fica a 24km daqui.

É impossível comunicar-me com o mundo. Pra veres, li teu comentário antes das 11h, já passan das 18h e ainda estou a tentar responder-te.

Isto explica o estado de abandono do blogue.